quinta-feira, 12 de novembro de 2015

// // 187 comments

Qual o Prazo para Requerer Pensão por Morte no INSS.

Qual o Prazo para Requerer Pensão por Morte no INSS.

Neste artigo o Portal do Consultor Previdenciário vai informar em que prazo o dependente deve requerer o benefício de pensão por morte de forma que não tenha prejuízo com a data inicial do pagamento.

O benefício de pensão por morte é pago aos dependentes do segurado falecido e o prazo para requerer depende do tipo de dependente. Cada tipo de dependente, esposa/esposo, companheira/companheiro, filho menor ou maior inválido, pais possui um prazo diferente para requerer e começar a receber.

Todos os dependentes, independentemente do tipo, que protocolarem o pedido de pensão por morte antes de completar 30 dias do óbito recebem desde o óbito. Esta regra foi alterada em 04.11.2015 com a publicação da Lei 13.183, passando a ser de 90 dias, válido para pedidos feitos a partir dessa data. Passado esse prazo o início do pagamento será da seguinte forma:

- filhos menores que protocolarem o pedido antes de terem completado 16 anos e 90 dias recebem desde o óbito. Se fizerem o pedido depois desse prazo começam a receber a partir da data do pedido. Essa data é fixada pelo agendamento feito no INSS, por isso é importante que o dependente faça o agendamento para garantir o direito.

- filhos maiores inválidos, devidamente atestados pela perícia do INSS, recebem desde o óbito, independentemente da data em que fizerem o pedido. O pagamento dos atrasados fica limitado há cinco anos, prazo previsto em lei para a prescrição do direito de receber valores devidos pela União.

- Os demais dependentes, (esposa/esposo, companheira/companheiro, irmãos, pais) recebem desde o óbito se o agendamento do pedido for feito antes de 90 dias do óbito, após essa data irão receber desde o pedido.

Os filhos menores recebem o benefício de pensão por morte até os 21 anos, assim depois dessa idade não tem mais direito de receber. A perda do direito se dá pela regra de que os filhos, com idade acima de 16 anos e 30 dias, recebem desde a data do pedido e até os 21 anos. Na lei previdenciária não há nenhuma previsão de que o benefício de pensão por morte possa ser pago após os 21 anos, não sendo verdade o que dizem que poderia ser pago até os 24 anos por estar o favorecido cursando faculdade.

A concessão do benefício de pensão por morte sofreu algumas alterações com a edição da Lei 13.135 de 17.06.2015, por isso leia este artigo para ver o que foi alterado: O INSS e o benefício de pensão por morte.

Caso tenha alguma dúvida faça sua pergunta que será respondida o mais breve possível.

Portal do Conhecimento Previdenciário. Pergunte sobre os benefícios do INSS
QUERO DOAR R$ 10,00

187 comentários:

FABIOLA BABO disse...

a minha filha tem 10 anos de idade o Pai dela ja faleceu á 1 ano e meio mais ou menos,ele era casado com outra mulher e a viúva ja esta resebendo a pensão,ainda não conseguir fazer o agendamento por causa da falta de alguns documentos,pois não tinha mais vinculo algum com eles.....Queria saber quais são os direitos da minha filha?e se sair o benefício dele,se ela vai reseber os atrasados desde o óbito?

Catarino Alves disse...

Fabiola
Ela irá receber desde o óbito.

FABIOLA BABO disse...

Obrigada Catarino Alvez,e como seria isso?Eles parcelan a quantia ou pagam o total acumulado?boa noite

Catarino Alves disse...

Fabíola
Pagam tudo junto, lembrando que o valor é divido em partes iguais entre os dependentes.

Daniele Cristina disse...

Boa noite ! Gostaria de saber em quanto tempo recebo a pensão por morte do meu esposo , lembrando que ele tem uma filha de 11 anos e temos um filho de 5 anos

Catarino Alves disse...

Daniele
Não tenho como saber, veja no INSS.

Dani Silveira disse...

Boa tarde, trago comigo uma dúvida e queria ver se o sr saberia me informar!
perdi minha mãe ao 9 anos e junto comigo mais 4 irmão ambos todos menores minha irmã mais nova com apenas 2 anos, nunca recebemos pensão. Minha mãe faleceu 05/1991 ja se passaram 24 anos, a dúvida é nos dias de hoje teriamos direito a requerer esses valores que não foram pagos?

Catarino Alves disse...

Dani
Os filhos têm até os 21 anos para requerer, leia o artigo que tem mais detalhes.

Juliana Silva disse...

Boa noite doutor se puder tirar uma duvida. E minha mãe faleceu tem um ano. Ela morava com meu pai. Não corremos atrás do beneficio, sera que se meu pai correr agora tem chance d consegui?.

Catarino Alves disse...

Juliana
Se ela era segurada do INSS é possível.

rennan dias disse...

Dei entrada na pensão por morte porém outra mãe tb deu entrada na pensão antes e recebeu todo valor atrasado desde o óbito , como fica quando sair a pensão do meu filho?

Catarino Alves disse...

Rennan
Se o filho tiver 16 anos ou menos vai receber desde o óbito.

Larissa Duarte disse...

Gostaria de uma informação, eu tinha entrado com o pedido de pensao a um ano e não tinha saído nada ainda, como havia pedido o retroativo, o que acontece agora?

Catarino Alves disse...

Larissa
Onde pediu esse benefício? No INSS não deve ser, pois não demora um ano.

vera araujo disse...

O marido da minha prima faleceu.Eles tinham uma relação estavél,e 3 filhos menores.O falecido tem computado 28 anos de contribuição,mas deixou de contribuir há 6 anos.Minha prima tem direito a pensão?...Se tiver pode dar entrada direto no INSS,ou precisa de advogado?
Ps:A minha prima não tem nenhuma renda.

Obrigada.Boa noite

Catarino Alves disse...

Vera
Se ele ficou sem contribuir por 6 anos não há mais direito.

Aline Paula disse...

Boa noite!!! O pai do meu filho faleceu em 2008 dei entrada na pensão pro meu filho que na época tinha 8 anos mais o INSS ficava negando mesmo provando que a esposa dele já estava recebendo a pensão depois de entrar com vários recursos e todos serem negados e já havia dois anos esperando resolvi da entrada no pedido de pensão novamente na mesma agência que a esposa tinha dado entrada e com menos de trinta dias eles deram o direito do meu filho só que não me pagaram os atrasados até hj gostaria de saber se meu filho ainda tem direito de receber esses atrasados???

Catarino Alves disse...

Aline
Tem direito sim, se não recebeu tem que pedir no INSS. Os filhos com até 16 anos e 30 dias completos na data do pedido têm direito a receber desde o óbito.

André Cavalcanti disse...

Boa tarde Sr. Catarino.
Meu tio faleceu há 13 anos, a esposa dele nunca pediu pensão. Hoje teria alguma possibilidade de fazer o pedido?
Obrigada!

Catarino Alves disse...

Andre
Tem que ver se o falecido era segurado, mas pode pedir sim, leia o artigo que trata desse assunto.

Dayane Monteiro disse...

Minha mãe teve a pensão por morte concedida e deu entrada no pedido menos de 30 depois do falecimento do segurado. Agora verifiquei no extrato de pagamento pela internet que ela receberá no próximo dia 08/01/2016 o valor referente ao mês de Dezembro. Quanto aos valores retroativos ( a morte foi em 15/09) ela receberá quando? Teremos que entrar na justiça? Na própria carta de concessão diz que ela tem direito desde o dia 15/09.

MARA disse...

OI BOM DIA GOSTARIA DE SABER QUANTO TEMPO APOS DAR ENTRADA NA PENSAO POR MORTE E FEITO O PRIMEIRO PAGAMENTO PELO INSS

Catarino Alves disse...

Mara
Não tem a ver com a data que der entrada e sim de quando for concedida, depois de concedida demora 15 dias para ser emitido o primeiro pagamento.

Catarino Alves disse...

Dayane
Será pago tudo junto.

Luciana G. F. Maia disse...

Meu esposo, segurado, faleceu antes da alteração na lei que retira a vitaliciedade da pensão para o cônjuge de 25 anos. Não fiz o requerimento antes e pretendo fazer agora. As alterações serão aplicadas no meu caso ou pelo fato da morte ter ocorrido antes da alteração minha pensão será vitalícia?

Catarino Alves disse...

Luciana
O que vale é a lei em vigor na data do óbito.

adriano oliveira disse...

Minha avó faleceu em 2014.porem minha mãe por se tratar de uma pessoa doente nunca trabalhou dedicando a vida para cuidar da doençada minha avó, sendo assim após o óbitoda mesma minha mmãeeestápassando muitas dificuldades pois sobrevivia da pensao da minha avo, gostaria de saber se minha mmãepode solicitar a pensão pra ela.

Catarino Alves disse...

Adriano
Não tem como, filho só até os 21 anos.

Laura Beatriz disse...

Bom dia!

Meu pai faleceu em Fevereiro deste ano e minha mãe deu entrada no INSS em Março para requerer a pensão por morte. Foi agendado para Maio, no entanto não localizamos o endereço da agência e perdemos a audiência. Ligamos para remarcar e foi colocado uma nova para Outubro. Agora em Dezembro saiu o resultado que minha mãe conseguiu a pensão. Minha dúvida, ela receberá o retroativo desde o falecimento do meu pai?

Catarino Alves disse...

Laura
Não, irá receber a partir do novo agendamento, pois se não compareceu no primeiro agendamento perdeu o direito. Pode tentar um recurso, mas não é certo.

Lorrane Alves disse...

Ola ja completei 22 anos mas faço faculdade desde os 18,recebi o benefício até os 21,ainda posso requerer por estar cursando ensino superior? Se sim como fazer?

Luciana Thé disse...

Uma conhecida ficou viúva a 17 anos, e nunca deu entrada na pensão por morte do marido, ele contribui 8 anos e ficou 36 meses sem pagar.
Hoje se ela desse entrada teria direito.

Catarino Alves disse...

Luciana
Pelo que diz não há direito.

Catarino Alves disse...

Lorrane
Não existe como fazer isso.

Simonise Menezes disse...

Bom dia Meu nome é simonise menezes e gostaria de tirar uma duvida.Meu sogro morreu ha quase 20 anos,descontou talvez uns 10 anos para previdencia,mas minha sogra nunca recebeu beneficio algum da parte dele,como pensaopor morte,ou um salario familia,pois na epoca os filhos eram menores de idade,e agora que ja se passaram estes anos,tem como recorrer ainda nesta questao???

serginho brau disse...

ola,meu pai aposentado por invalidez faleceu no mês de setembro,a pensão por morte saiu para minha mãe no mês de dezembro. sendo marcado primeiro pagamento da pensão no inicio de janeiro.minha mãe tem direito de receber o mês de outubro ,novembro, dezembro e a parte do decimo terceiro?tirei o extrato pelo site do INSS só consta o valor de 788,00 para primeiro pagamento!

Catarino Alves disse...

Sim vai receber tudo, o extrato mostra somente o pagamento mais recente.

Catarino Alves disse...

Simonise
Tem que ver por que ela não pediu e se havia direito na época do óbito, se havia direito ela pode pedir agora, mas recebe somente daqui para a frente.

neninho disse...

ola, meu marido faleceu 2004 desde entao, meu filho recebe a pensão entrei com pedido pra mim, em 14-02-2015 ja estou recebendo qual lei vale pra mim o de agora ou de 2004 ?

Catarino Alves disse...

A de 2004.

katiane oliveira disse...

Ola meu. Nome e Kath
Meu sogro faleceu em 2012/ e minha sogra ficou recebendo a pensão dele ...só q meses antes de ele falecer ele recebeu uma carta de q teria atrasados do INSS para receber ...minha sogra teria como receber esses atrasados .mesmo ele ter falecido?

Catarino Alves disse...

Kath
Tudo o que o falecido não recebeu em vida a pensionista tem direito de receber, é só ir ao INSS e fazer o pedido.

Caroline Souza disse...

Boa noite! Meu pai faleceu dia 13/04/2015, porém ele e minha mãe não eram casados.. Meu pai era muito simples, não tinha cartão de crédito tbm não tinha conta conjunta com minha mãe, nada disso. O INSS tá pedindo provas de 2 anos antes do óbito, porém oque nós levamos eles disseram que não é o suficiente. Eles viveram juntos por mais de 20 anos, mas eram muito simples. Tem algum documento que minha mãe possa fazer em cartório ou algum outro procedimento para receber a pensão?

Priscila Machado disse...

Minha irmã faleceu em dezembro deixando 3 filhos menos de 14 anos, porém estava desempregada desde agosto de 2014. Os filhos têm direito a pensão?

Catarino Alves disse...

Priscila
Não adianta os filhos terem direito, é preciso saber se a falecida era segurada, se você e a representante legal dos filhos vá ao INSS ver isso.

Catarino Alves disse...

Caroline
As provas tem que ser de antes do óbito, veja a relação neste link:http://www.o-inss-os-beneficios-e-contribuicoes.com/2013/07/o-inss-e-as-provas-de-uniao-estavel-e-dependencia-economica.html

Caroline Souza disse...

Obrigada!

Paula Santos disse...

Bom dia Doutor

Meu esposo faleceu Hà 03 meses, protocolei o pedido de pensão por morte com menos de 30 dias após o óbito, ele tem dois filhos menores de outro casamento, um com 16 e outro com 19 anos, minha dúvida é a seguinte....a pensão por morte será dividida com eles automaticamente ou eles terão de dar entrada? acho pouco provável que eles deêm entrada já que não tinham muita proximidade com o pai. Desde já agradeço

O Consultor em Previdência disse...

Paula
O valor só será dividido quando houver o pedido dos outros dependentes.

Vanessa disse...

Boa tarde!

Fui casada e me separei em 2004, soube que ele faleceu em 26/06/2013. entrei com pedido de pensão para o meu filho que hoje tem 13 anos. O INSS concedeu o beneficio, porem afirma que ele não tem direito a receber os valores remanescentes. Esta correta a informação. Neste caso meu filho recebe desde o óbito ou desde a entrada com INSS?
Se tem direito aos valores remanescentes o que devo fazer?

O Consultor em Previdência disse...

Vanessa
Recebe desde o óbito, leia o artigo que vai ver as regras e poderá pedir revisão no INSS.

Vanessa disse...

Boa tarde!!
Obrigada pelo retorno, não tenho esse conhecimento, voce pode me informar o artigo para que possa visualizar. Obrigada.

O Consultor em Previdência disse...

Vanessa
Nesse caso não tenho como ajudar, pois tudo o que precisa saber está escrito no artigo.

Baby Cão disse...

Olá, meu pai faleceu dia 14/12/2015, no dia 17/12 minha mãe deu entrada no pedido da pensão de morte, aí dia 4/01/2016 caiu a aposentadoria na conta dele e hoje dia 12/01 minha mãe recebeu a primeira pensão dela, agora ela está com medo de ter que devolver um dos benefícios

O Consultor em Previdência disse...

Baby
Ela não pode receber nada em nome do falecido, só no nome dela, se recebeu tem que devolver.

Sena Santos disse...

Olá, um segurado faleceu deixando 4 filhos menores, apenas agora depois de 09 anos os dependentes começaram a se habilitar para receber a pensão por morte, ocorre que a mãe de um dos dependentes que teve atendimento marcado primeiramente recebeu todo o retroativo referente aos 09 anos, sendo que na certidão de óbito constavam todos os filhos do falecido, sendo assim como fazer para que os outros dependentes recebam sua parte do retroativo? o Inss é obrigado a restituir ou o dependente que recebeu tudo ou os dois?
obrigado

Analucia Guanabarino disse...

Boa noite.Meu companheiro tinha uma Mei e faleceu em 2011. Gostaria de saber se posso requerer pensão por morte?

O Consultor em Previdência disse...

Sena
Se os filhos têm menos de 16 anos têm direito a receber desde o óbito, limitado aos últimos 5 anos, devido a prescrição, se outro dependente já recebeu o INSS irá descontar desse e pagar para os outros.
Doar é Participar, Faça uma DOAÇÃO e Ajude a manter este Portal

O Consultor em Previdência disse...

Analucia
O que precisa saber é se ele pagava em dia as contribuições, veja isso e poderá pedir o benefício.
Doar é Participar, Faça uma DOAÇÃO e Ajude a manter este Portal

Sena Santos disse...

Boa tarde,

Primeiramente obrigado pela resposta, fico muito agradecido.

Contudo ainda pairam algumas dúvidas, a primeira delas creio eu é de que não existe prescrição neste caso, pois como
rege a lei para menores de 16 anos não incide prescrição tendo direito a receber toda a pensão retroativa,
tanto é assim que o primeiro dependente a se habilitar recebeu a pensão desde 2007, data do óbito do segurado.

Em segundo lugar como o Inss irá descontar de um e pagar para os outros sendo que o primeiro dependente a se habilitar
já recebeu a pensão retroativa desde 2007 perfazendo um total de R$ 98 mil reais?

Não seria o caso de acionar via judicial o INSS por ter pago a um só e o primeiro dependente por ter recebido todo o retroativo sabendo da existência dos demais dependentes que já estavam se habilitando?

desde já agradeço a ajuda

Daniela Moreira couto disse...

Oi,bom dia !meu avô morreu já tem 11 meses porém minha avó ainda não recebe a pensão Pq meu tio declarou a certidão de óbito errado e teve que ir pra processo judicial pra arrumar a certidão ,mas agora no dia 15 de fevereiro ela vai dar a entrada na pensão dela !a minha pergunta é ?ela não era casada com meu avô no cível eles apenas Vivian juntos a 33 anos (isso pode implicar em alguma coisa pra ela ,ressaltando que ela estava com ele quando ele faleceu !outra pergunta é ?qual o prazo do inss pra que seja liberada a pensão ?
Desde já agradeço !!!!

O Consultor em Previdência disse...

Daniela
Se ela não é casada vai ter que provar a união estável, tem que apresentar três documentos, os mais comuns: prova de mesmo endereço, declaração do imposto de renda, associação em clube, conta corrente conjunta e outros cfe artigo 22 do decreto 3048/99.

Doar é Participar, Faça uma DOAÇÃO e Ajude a manter este Portal

Sena Santos disse...

Boa tarde,

Primeiramente obrigado pela resposta, fico muito agradecido.

Contudo ainda pairam algumas dúvidas, a primeira delas creio eu é de que não existe prescrição neste caso, pois como
rege a lei para menores de 16 anos não incide prescrição tendo direito a receber toda a pensão retroativa,
tanto é assim que o primeiro dependente a se habilitar recebeu a pensão desde 2007, data do óbito do segurado.

Em segundo lugar como o Inss irá descontar de um e pagar para os outros sendo que o primeiro dependente a se habilitar
já recebeu a pensão retroativa desde 2007 perfazendo um total de R$ 98 mil reais?

Não seria o caso de acionar via judicial o INSS por ter pago a um só e o primeiro dependente por ter recebido todo o retroativo sabendo da existência dos demais dependentes que já estavam se habilitando?

desde já agradeço a ajuda

Denise Luna & Banda disse...

Ola meu bisavô. Faleceu em 8/12/15 e minha bisavó. Deu entrada na pensao por morte em 06/01/16 fizemos o requerimento pela internet ja que ele era beneficiario do inss e enviamos os documentos via correios de acordo com o solicitado. Minha bisavó é beneficiaria por idade e optou pelo beneficio do meu bisavô. Quanto tempo passa para ser co cedido o requerimento? O retroativo desde o o ito ela vai receber no novo beneficio caso for concedido ou recebe no antigo beneficio dele?

Obrigada jacilene

Paula Santos disse...

Boa tarde

Dei entrada na pensão por morte e a atendente me disse que estava tudo certo, agora 6 dias depois consultando a situação do benefício no site consta a msg "BENEFÍCIO CRITICADO - SEM ERRO", poderia me esclarecer o que significa? liguei no 135 e nem a atendente soube informar.

Obrigada

O Consultor em Previdência disse...

Denise
Não há prazo certo, ela vai receber somente no novo benefício, o do falecido é cessado.
Doar é Participar, Faça uma DOAÇÃO e Ajude a manter este Portal

O Consultor em Previdência disse...

Paula
Não sei do se trata, a melhor opção é ir ao INSS e ver o que houve.
Doar é Participar, Faça uma DOAÇÃO e Ajude a manter este Portal

Paula Santos disse...

Bom dia

Meu benefício está regularizado, mas agora tenho mais uma dúvida...o Inss está creditando os valores num banco em que tive uma dívida prescrita. Porém não se trata da mesma agência e conta, até porque acredito que a conta criada pelo Inss seja para pagamento de benefício e não conta corrente. Mesmo assim, o banco pode debitar minha dívida prescrita do meu benefício?

Desde já agradeço

O Consultor em Previdência disse...

Paula
O banco não pode descontar nada do pagamento.
Doar é Participar, Faça uma DOAÇÃO e Ajude a manter este Portal

Bruno e Aldenise disse...

Ola, me chamo Aldenise, teho 20 (irei completar 21 em fevereiro). Meus avós me criaram desde de quando eu era bebe, meu avo era aposentado e faleceu em 2011 e a minha avó em 2013, desde lá trabalhei com venda e moro de favor na casa de amigos e ainda não consegui entrar na faculdade por conta de moradia. Depois de 3 anos da morte do meu avô (ontem mais especificamente) descobri sobre a pensão de morte e gostaria de saber se eu ainda posso receber essa pensão do meu avô (sendo que eu tenho todos os documentos da guarda legal minha). Desde já obrigada.

O Consultor em Previdência disse...

Bruno
Neto não é dependente, logo não tem como pedir.
Doar é Participar, Faça uma DOAÇÃO e Ajude a manter este Portal

Célia disse...

Boa tarde!

Meu marido faleceu dia 15.01.16, estava no auxilio doença, protocolei o pedido de pensão por morte dia 22.01.16, o agendamento foi marcado para o dia 21.06.16, acho um absurdo um agendamento tão longo, como uma viúva que não trabalha porque cuidava do marido doente vai se manter, e as dívidas, as contas, só um desabafo.

O Consultor em Previdência disse...

Célia
É verdade, você pode registrar uma reclamação na ouvidoria do INSS, fone 135, pois o Governo diz que o atendimento é bom no INSS.
Doar é Participar, Faça uma DOAÇÃO e Ajude a manter este Portal

Joana Darc disse...

São duas perguntas:

1-A mulher era casada com um viúvo, que deixou um filho menor (5 anos de idade).O viúvo recebe pensão por morte de sua ex mulher. Ele pode pedir a pensão por morte apenas no nome do filho menor, para não perder a pensão anterior? Pois como o filho é menor, receberá em seu contracheque os dois.

2- A lei garante que quem contribuiu com mais de 120 contribuições, tenha o período de graça (em caso de desemprego), de 12 meses prorrogados por mais 24 meses. Ocorre que a falecida contribuiu exatamente 120 contribuições corridas, e já faz 13 meses em que esteve desempregada. Há possibilidade de conseguir a pensão por morte?

O Consultor em Previdência disse...

Joana
1 - Como a criança vai ser representada pelo pai o sistema do INSS vai detectar que ele já pensionista e irá apresentar a possibilidade dela optar pela de melhor valor.
2 -Se as 120 contribuições foram feitas sem perda de qualidade ela mantém a condição de segurado por 24 meses.
Doar é Participar, Faça uma DOAÇÃO e Ajude a manter este Portal

Joana Darc disse...

Então há alguma possibilidade da criança receber o benefício por outra pessoa? Por exemplo, uma meia irmã. Para que o pai não venha a perde a pensão por morte de sua ex mulher e a criança receba sozinha a pensão da mãe falecida?

O Consultor em Previdência disse...

Joana
Este blog não recomenda nenhum ato ilegal, logo procure orientação em outro local.
Doar é Participar, Faça uma DOAÇÃO e Ajude a manter este Portal

Vinícius Kojima disse...

Boa tarde. Estou tentando fazer o Requerimento de Pensao de Morte pela internet e esta dando o seguinte erro:

ERRO. NAO SERA POSSIVEL REQUERER A PENSAO PELA INTERNET

Alguem sabe me dizer o que significa isso?

O Consultor em Previdência disse...

Vinícius
Só pode pedir pela internet se o falecido era aposentado, se é esse caso e ainda assim não dá certo terá que ligar para o 135 para ver se resolvem.
Doar é Participar, Faça uma DOAÇÃO e Ajude a manter este Portal

Joana Darc disse...

Recebo uma pensão por morte há anos, e a mesma nunca sofreu reajustes anuais e nem de categoria. Gostaria de saber como tenho acesso a porcentagem de reajustes de categoria (no caso Magistério) que foi concedida ao longo desses anos, para que eu possa fazer as contas de quanto deveria estar ganhando.

O Consultor em Previdência disse...

Joana
Isso é impossível, pois o INSS reajusta os benefícios todos os anos.

Mara disse...

BOM DIA
TIVE UM RELACIONAMENTO ESTAVEL POR 25 ANOS, ELE FALECEU EM 10/04/2011
ESTOU SO DESEMPREGADA SEM MORADIA
ELE CONTRIBUIU MUITOS ANOS MAS NAO TENHO DOCUMENTO NENHUM POIS OS FILHOS ME TOMOU A CASA E ME EXPULSOU NAO PUDE PEGAR NADA.
POSSO PEDIR PENSAO?
SE POSSO O QUE DEVO FAZER? TAMBEM PAGO O INSS...TENHO MAIS DE 15 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO...ISSO CONTA?
OBRIGADA

O Consultor em Previdência disse...

Mara
É bem difícil que tenha três provas documentais que prove que vivia com o falecido quando o óbito ocorreu, se tem pode pedir.

Katia Malir disse...

Meu pai faleceu mês passado, minha mãe está agendada para ir no INSS para requerer a pensão por morte em março. Posso continuar recebendo o dinheiro que cai na conta dele de aposentadoria?

O Consultor em Previdência disse...

Katia
Não pode haver nenhum saque depois do óbito.

diego nunes disse...

Boa noite, minha mãe faleceu ano passado dia 15.12.2015, dei entrada no pedido de pensão para meu pai e minha irma que tem 16 anos no dia 18.12.2016, e foi agendado para Abril. No caso ele recebera retroativo desde a data do obito? Corre risco deles não conseguirem a pensão? Lembrando que minha mãe trabalhava e tinha carteira assinada, ficou doente e estava recebendo pelo INSS.
Essa é a minha dúvida e se depois da data agendada quando começa a receber a pensão?
Obrigado...

O Consultor em Previdência disse...

Diego
Se ele era casado com ela e vivia junto não tem como não ter o benefício, é pago desde o óbito e demora por volta de 15 dias depois do atendimento.

Aniinha Silvaa disse...

O pai da minha filha morreu a 1ano e oito meses,ele trabalhava de carteira assinada,quando ele morreu eu ainda estava gravida,fiz dna e queria saber se ainda posso da entrada na pensao

O Consultor em Previdência disse...

Quando tiver a certidão de nascimento com o nome do pai pode fazer o pedido.

Lucy disse...

Oi gostaria de saber meu genro completou
18 anos em dezembro de 2015 a vós dele
Que recebê agora ele pediu o cartão pra
Receber e quer passar pro nome dele
O que ele precisa fazer pra passar a receber agora em março de 2016

O Consultor em Previdência disse...

Lucy
Ele tem que ir ao INSS e pedir para que o benefício passe para o seu nome.

Camila Moreira disse...

Boa Noite, gostaria de saber se eu e minhas irmãs podemos dar entrada na pensão por morte de minha mãe, ela tem 5 anos e 1 mês de falecida. Eu tenho 18 anos, uma tem 19 anos, uma tem 16 e as outras tem menos que 15 anos de idade, portanto gostaria de saber se posso dar entrada na pensão por morte.


Obrigada.

O Consultor em Previdência disse...

Camila
Pedir pode, leia o artigo que tem mais detalhes, mas o que não fala é se ela era segurada do INSS ou porque não foi pedido naquela época.

Cleidiane Pantoja disse...

Boa noite!o meu pai faleceu em 26/07/2013 demos entrada no INSS para pensão por morte para minha mãe antes dos 30 dias,ele era segurado.só em 03 de agosto de 2015 q foi marcado a reunião c o juiz,chegando lá ele perguntou com qual ela ficaria se com a pensão do meu pai ou o benefício q ela recebe por motivo de doença q ela tem e ela escolheu a pensão só q falaram q a partir daquele momento estava correndo o processo para ela receber o retroativo aí quando foi agora o advogado falou q ela não tem direito ao retroativo por causa q ela já tava recebendo desde o falecimento do meu pai só q ela recebia apenas o benefício dela porque ela tem parkesson e aí doutor ela não tem direito ao retroativo?

O Consultor em Previdência disse...

Cleidiane
Só o advogado que cuida do processo sabe lhe responder, procure ele que lhe dirá a resposta.

Adriana disse...

Boa tarde.
O meu filho faleceu em setembro de 2007, e eu nunca dei entrada no pedido de pensão por morte, apesar de um funcionário do INSS dizer que eu tinha direito, quando estive lá para pegar uma determinada declaração.
Eu ainda posso dar entrada nesse pedido depois de 8 anos da morte dele?

O Consultor em Previdência disse...

Adriana
Pode pedir sim, mas recebe a partir de agora.

Adriana disse...

Olá boa tarde,
Obrigado por ter me respondido tão rapidamente.
Tenho mais 2 perguntas, que esqueci de fazer anteriormente.
01 - Terei direito a esta pensão mesmo que eu esteja trabalhando com carteira assinada?
02 - No ato da contratação, meu filho informou que eu serei dependente dele no INSS, mas se eu não estiver como dependente dele, mesmo assim eu posso dar entrada na solicitação de pensão?
Desde ja agradeço.

Att.

Adriana

O Consultor em Previdência disse...

Adriana
Você disse que um funcionário do INSS falou que tinha direito, procure ele, pois é quase impossível que tenha direito e não existe isso de alguém indicar quem vai ser dependente.

Adriana disse...

Sim foi uma funcionária que me falou que se eu quisesse poderia dar entrada solicitando a pensão, porém eu não informei que eu trabalhava, e disse apenas que tinha interesse, até porque dada as circunstâncias, tinha menos de um mês que meu filho de 19 anos havia falecido em um acidente de carro.
De qualquer maneira obrigado pela atenção.

Alana Almeida disse...

Bom dia !
Meu cunhado era viuvo e tinha uma relação estávem com minha irmã por mais de 20 anos, faleceu em 2014, até hoje ela não conseguiu receber a pensão. disseram que ele não está como viúvo no atestado de óbito. Ela pode fazer aretificação deste atestado? Ela possui a certidão de casamento dele e a de óbito da esposa dele.

O Consultor em Previdência disse...

Alana
Não tem como, porém não precisa mudar, basta apresentar a certidão de óbito da esposa e as provas de que vivia em união estável.

Carol Gaspareto Mariane disse...

Quando meu esposo morreu a 4 anos atrás uma advogada deu entrada na pensão,porém essa seria feita em nome do meu filho e em meu nome e só fora feita nome do meu filho.Gostaria de saber se ainda posso dar entrada da pensão em meu nome tb?grata

O Consultor em Previdência disse...

Carol
Pode pedir sim, só deve lembrar que não há um outro benefício, é o mesmo que já recebe, só será incluída junto com o filho.

Karina Kah disse...

Boa tarde, Consultor...

Minha sogra faleceu em 1991, deixando 5 filhos menores. Em 2014, após ter constituido nova família e tds os filhos terem completado maioridade, meu sogro requereu o benefício de pensão por morte, alegando a qualidade de segurada especial (rural) da esposa.

Acredito que mesmo com a negstiva inicial do INSS, alegando prescrição, esse benefício provavelmente será concedido.

Nesse contexto, como será recebido?? Integralmente? Vitalicio? Receberá atrasados desde a data do óbito? Ou somente dos 5 anos anteriores??

E principalmente: Os filhos estão revoltados com a iniciatiava do pai, uma vez que o benefício devido pela morte da mãe deles será revertido p outra família... Eh possível alguma medida para embargar essa ação?

Obrigada!
(Kah)

O Consultor em Previdência disse...

Karina
No INSS deve ser negado, ele terá que procurar um advogado que veja se há como recorrer á justiça.

Priscila Mendes disse...

Oi Dr, boa tarde, tudo bem?
Gostaria que se possível me sanasse uma dúvida.
O marido da minha mãe faleceu há 30 anos, e por coincidência a CTPS sumiu. Como naquela época o acesso a informação era mais difícil e poucos sabiam desses assuntos, ela nada fez. Ele trabalhava como motorista, tinha registro no CNIS. Queria saber se hoje ela teria condições de conseguir essa pensão por morte, até porque na época ela tinha ainda 3 filhos menores. Há algum respaldo em lei que faça cabível a percepção do benefício? Agradeço se puder me ajudar.

Att,

Priscila Mendes

O Consultor em Previdência disse...

Priscila
Como diz o artigo não prazo para pedir, leia que tem mais detalhes.

ANDREYA PATHIONNY disse...

oi tenho 21 anos e um irmão de 16,minha mãe faleceu em novembro de 2010,ela era divorciada legalmente do nosso pai,demos entrada pra receber a pensão,porém foi negado,ela era lavradora,porém trabalhou durante 7 meses de carteira assinada em 2005,e depois nunca mais foi registrada em outro trabalho,gostaria de saber se isso interferiu para o pedido ser negado?e se a chance de eu e meu irmão recebermos os atrasados ?tem como recorrer? e tem como pagar a contibuição que ela não pagou para termos direito a pensão?

O Consultor em Previdência disse...

Andreya
Porque não viram isso em 2010, agora tudo fica mais difícil. Pode fazer um pedido novo, pois o recurso é em até 30 dias, tem que ver se há documentos que comprovem que ela deixou a cidade e voltou a viver e tirar o sustento do campo.

Gustavo Silva disse...

Minha avó faleceu há 4 meses atrás, em vida dela, eu era o neto dependente dela, tenho provas tais como, ofícios autênticados de alguns estabelecimentos provando como eu era dependente dela; Inclusive da escola que eu estudo, escola privada. Existe alguma possibilidade do INSS aprovar o requerimento de pensão pra mim?

Gisele Silva disse...

Ola boa tarde meu nome e Fernando, minha sogra faleceu ha três anos e deixou dois filhos menor de idade,minha esposa recebeu o benefício ate 21 anos, desde então meus cunhados moram conosco, agora que saiu a guarda provisória pra ela poder dar entrada no pedido de pensão, gostaria de saber se eles tem direito de receber desde o cessamento do benefício da minha esposa? E também quanto tempo demora pra eles começarem a receber?

O Consultor em Previdência disse...

Gisele
Depende de muitos fatores, leia o artigo que trata, justamente, desse assunto.

O Consultor em Previdência disse...

Gustavo
Não tem o que fazer, pois neto não é dependente.

Ana mariana disse...

boa tarde!!
meu esposo faleceu em 03/04/15, temos 01 filha de 10 anos(uniao estavel em maos) e eu 41 hoje, agendei dia 28/04 para julho/15, como entrou em greve e durou muito tempo e logo que terminou liguei agendei novamente para 24/02/16, dei entrada, quero saber se vou receber o retroativo sendo que agendamentos foram feitose so dia 24 fui atendida.

O Consultor em Previdência disse...

Ana
Só posso dizer que tem direito de receber desde o óbito, se isso não ocorrer tem que reclamar no INSS.

Vera Pricinote disse...

boa noite gostaria de saber meu pai faleceu em um dia e ele ia receber a aposentadoria no outro dia ai minha mae foi ao banco com atestado de óbito e eles não liberou e nos tivemos gasto com velório gostaria de saber se ela tem direito a esse mês q já tinha caído a aposentadoria e se tiver quem vai libera e o banco ou o inss

O Consultor em Previdência disse...

Vera
Ela tem direito aos dias do mês do falecimento, se for pedir pensão o INSS paga ou tem que ter ordem judicial.

Vilma Maria dos Santos disse...

Bom dia (ou)gostaria de esclarecer uma duvida por favor ,uma jovem conhecida ela não foi casada mais tem um filho que nunca foi registrado em cartório o filho sempre teve contatos com o pai e familiares porem o pai era dependente químico e sempre quis fazer o registro desse filho mais ele nunca se deu oportunidade porem ele faleceu deixando essa mãe companheira pois nao eram casados conviviam com essas situação dele, e porem com seu filho que não era registrado os familiares hoje e quem esta correndo traz pra fazer o registro dessa criança: porem o óbito pode ser tirado antes ou depois que colocar o nome do pai na certidão desse filho(ou) e a pensão desse filho(ou) ele tem direito sendo que esse viciado químico já trabalhou contribuía e a sua a companheira a mãe do filho dele sempre foi contribuinte por ele ser dependente ela colocou ele como dependente em me ajude por favor .

O Consultor em Previdência disse...

Vilma
O filho só poderá pedir pensão por morte quando tiver o nome do pai na certidão.

Carlos Antonio disse...

Boa noite. ...meu pai era aposentado por idade e faz um ano que ele faleceu e ele deixou um filho com dez anos de idade e só agora depois de um ano nos demos entrada no inss ..Se ele tiver direito será que ele vai reseber todo os atrasado...muito obrigado

Rafael Matarazzo disse...

ola boa noite meu pai era advogado pela OAB-MT e morreu ha mais de 20 anos, mas nem nem eu nem minha mãe e nem meus irmãos nunca recebemos nenhuma aposentadoria e nenhuma pensão.
gostaria de saber mesmo depois de tanto tempo temos algum direito ou mesmo minha ainda tenha direito a aposentadoria.

desde já agradeço sua ajuda...

Helena Soares disse...

Boa tarde! Meu pai faleceu 12/09/2015 e minha mãe, foi agendada para dar entrada no beneficio em 07/01/2016 devido a greve, sendo que minha mãe não era casada com meu pai , quando fomos para dar entrada no beneficio entrou em exigência pois precisava de 3 provas documentais que comprovassem. No mesmo dia da entrada levei as exigências, mais até o momento consulto com o numero do beneficio na pagina da previdência e aparece beneficio habilitado. Gostaria de saber o prazo para concessão do beneficio e pois jé tem mais 2 meses que minha mãe esta esperando?

O Consultor em Previdência disse...

Carlos
Sim vai receber desde o óbito.

O Consultor em Previdência disse...

Rafael
Tem que ver se havia direito, se ele era segurado, confirmado isso a esposa pode pedir e os filhos menores. Leia o artigo que tem mais detalhes.

O Consultor em Previdência disse...

Helena
Tem que ir ao INSS ver o que houve, não há prazo certo.

Lucca Vasconcellos Magalhães disse...

Boa noite, como sou menor (17 anos) minha tutora recebe pra mim a pensão pós morte. Sei que posso eu mesmo receber com 18. Será que tem alguma possibilidade de eu mesmo receber antes dos 18?

O Consultor em Previdência disse...

Lucca
Desde os 16 anos pode pedir o pagamento em teu nome.

gudom disse...

Meu nome e huzinette tarde queria tirar uma duvida tinha união estável meu companheiro faleceu hem 02/15 so conseguir agenda para o dia 10/03/16 ne pediram provas e dei sou declarante na certidão de óbito e tenho a procuração em meu nome e outras prova agora tenho que espera o inss ligar, vou receber os atrasado desde do obito,è sobre essa lei quero saber se tenho direito a vitalícia e o tempo inss para aprovar o direito e tenho chance de provar com estas prova

O Consultor em Previdência disse...

Não tenho como responder suas dúvidas, pois depende de muitos fatores, veja no INSS que eles informam.

AnimeL2 disse...

minha mae ficou viuva a 4 anos por falta de informacoes ela nao se aposentou ,ela pode ainda recorrer aposentadoria so que o falecido nao contribuia com o INSS ,ela pode mesmo assim ?

O Consultor em Previdência disse...

Não entendi suas palavras, quem morreu? e o que tem haver alguém morrer com alguém ter direito a pedir aposentadoria?

Rafa Theodoro disse...

Meu ex marido faleceu em 2011
Porém como perdemos contato nunca dei entrada na pensão por morte
A companheira de q se incumbiu
O pedido dela foi negado
Mas meus filhos foram citados pelo inss
Eles têm direito de receber o valor retroativo apartar da data do falecimento
Obrigada

O Consultor em Previdência disse...

Rafa
Depende da idade deles, leia o artigo que tem mais detalhes.

milena disse...

Boa noite gostaria de saber se minha irma tem direito a pensão ela tem 19 anos.meu pai faleceu a dois anos atras, so que só soubemos agr ,ele nunca pagou pensão minha mãe separou dele quando eu tinha 6 anos e minha irmã 3 anos,nossa mãe faleceu quando eu tinha 13 anos e ela 8 so que recebemos pensão da minha mãe ,gostaria de saber se temos direito agr, pelo oque me falaram ele teve um infarte quando estava trabalhando.

lorenalves alves disse...

Olá! me chamo Luciana Alves Belfort.
Desde 2005 dei entrada no fórum da cidade que morava, com um pedido de alimentos para minha filha. Em 2012 veio a notícia de que o pai dela havia falecido, e ele tinha uma nova esposa e duas filhas e não tive mais contato com ele. Como faço para requerer o desdobro da pensão por morte para minha filha? Sendo que o pedido de alimentos está em processo (eu acho), e não tenho como ter em mãos a certidão de óbito do pai da minha filha, pois a sua atual esposa não dá? Será que através da justiça eu consiga a certidão de óbito? Ou só a certidão de nascimento dela é suficiente para o inss fazer o desdobramento?

O Consultor em Previdência disse...

Milena
Se ele contribuía com o INSS podem pedir pensão, desde que tenham menos de 21 anos e pode acumular com outra que recebam da mãe.

O Consultor em Previdência disse...

Luciana
Basta ir ao cartório e pedir a certidão, depois agenda o atendimento pelo fone 135.

Dagmar Freitas disse...

Ola. O pai do meu filho caçula faleceu semana passada. Ele havia saido do trabalho a seis meses atrás e recebeu a ultima parcela de seguro desemprego no mês passado. Nesse caso sei que meu filho e uma irmã também menor de idade têem direito a uma pensão por morte do pai, o q preciso saber é o seguinte. O pai deles trabalhava em uma empresa de Belo Horizonte e vivia lá em Minas Gerais. Nós moramos em Goiás, para dar entrada a pensão precisamos ir para Minas, ou podemos fazer isso por Goiânia mesmo, se estivermos com toda a documentação dele e o atestado de óbito. Outra pergunta é os documentos dele precisam ser todos originais ou podem ser xerox autenticadas? E quanto tempo tenho exatos para dar entrada a essa pensão?

O Consultor em Previdência disse...

Dagmar
Pode pedir o benefício onde mora e os documentos podem ser cópias.

Faça uma DOAÇÃO e Ajude a manter este Portal

marlene carvalho disse...

MEU MARIDO FALECEU A 3 ANOS E NAO DEI ENTADA NO PEDIDO DE PENSAO POR MORTE DEVIDO AO TEMPO SERA Q POSSO AINDA DAR ENTRADA SERA Q CONSIGO AINDA SE PUDREM ME ESPONDER FICO AGRADECIDA

O Consultor em Previdência disse...

Marlene
Pedir pode, tem que ver se ele era segurado. Leia o artigo que tem mais detalhes.

Eliardo Lima disse...

olá boa noite. estou com uma duvida! quanto ao pedido de pensao por morte, onde o beneficiario filho menor possui 16 anos e 60 dias, o valor será da data do obito ou do requerimento? passado o prazo de 90 dias.

O Consultor em Previdência disse...

Eliardo
Depende de quando foi feito o agendamento, leia o artigo que trata desse assunto e tem mais detalhes.

Eliardo Lima disse...

ola. foi agendado ontem...26/03/16
filho menor 07/02/2000 ou seja 16 anos e 48 dias

Janice Serra disse...

Boa noite, queria tirar umas dúvidas, o marido da minha mãe faleceu em 11/12/2015 foi dada a entrada no dia 8/01/2016 e foi agendado pro dia 06/04/2016 .. Gostaria d saber se ele receberá a pensão des do dia em que ela deu entrada e se vêm os pagamentos total junto com o primeiro pagamento, ele já era aposentado e ela tem 58 anos ela pega a posentadoria vitalícia ? Obrigada ..

O Consultor em Previdência disse...

Janice
Recebe desde o óbito, quanto ao resto depende de muitos fatores e só poderá ver no INSS.
Quero Doar R$ 10,00

Soraya Oliveira disse...

Oi me tira uma duvida porfavor.. meu pai dividiu a aposentadoria dele com minha mãe que é uma pensao para mim.minha mae nao era aponsentada.Como com 18 anos eu perderia passou pra minha mae e ela ficou sendo minha procuradora. Minha mãe faleceu a menos de 1 mes e eu queria saber se eu posso ficar recebendo essa pensao até a prova de vida dela. Se eu tenho direito por conta que ela era minha procuradora. Por favor me responde. Agradeço desde já

O Consultor em Previdência disse...

Soraya
Sua narrativa é insuficiente para saber do que se trata e, por isso, não tenho como opinar.
QUERO DOAR R$ 10,00

Lucca Vasconcellos Magalhães disse...

Boa noite, uma vez eu perguntei aqui sobre receber a pensão por morte tendo 16 anos. Pesquisei isso e vi que pode receber, mas a pessoa que recebe a pensão que tem que passar. Existe alguma outra forma de receber essa pensão? É porque a minha tutora que recebe mas não gasta nada comigo, então quero recorrer a essa pensão.

Nayara disse...

Olá...O pai do meu filho(8 anos),faleceu em 2014...Ciente de que ele nao contribuía ,nao me preocupei com tal assunto.Parentes me pressionam dizendo que uma única contribuição favorece para o beneficio, sendo último registrado em carteira no ano de 2006.Para sanar esta dúvida,gostaria de saber se realmente existe possibilidade de receber pensão.

O Consultor em Previdência disse...

Lucca
Se a tutora foi nomeada pela Justiça terá que procurar o advogado que cuidou do processo para que leve sua intenção de receber o valor da pensão em seu próprio nome, pois no INSS pode mudar, mas depende de como vai viver depois que tirar o poder da atual tutora.
QUERO DOAR R$ 20,00

O Consultor em Previdência disse...

Nayara
Eu não tenho como responder, mas para tirar a dúvida vá ao INSS e veja a situação do falecido na época do óbito.
QUERO DOAR R$ 20,00

stella oliveira disse...

oi queria fazer uma pergunta.. meu pai faleceu a 8 anos minha mae pega a pensao della mais eu e minha irmam nao e minha mae era casada com eli no sivil e ele trabalhava de carteria assinada por o que eu sabia minha irmam e eu tinha direito tambem eu tenho 16 minha irmam tem 17 vai fazer 18 minha mae e meu vo ja foram no juiz e ele falou que so ira receber quando completa os 18 anos.. mais nao estudamos mais queria saber se nois vamos poder pegar ainda sem ta estudando?? e ate quantos anos??e vai sair todo o dinheiro que ficou caindo nesses 8 anos ou e so um salario pra cada uma de nois???

O Consultor em Previdência disse...

Stella
A pensão é única, se sua mãe recebe já recebe a partes de vocês, para separar só se vivem em local diferente da mãe e tem outro responsável.

QUERO DOAR R$ 10,00

Elzo Gusmão disse...

Boa noite, Dr.
Minha duvida e pergunta. Minha esposa faleceu faz 23 anos nunca fui atras do beneficio da pensão. Sera que agora tenho esse receber? Se sim sera que recebo retroativo?
Obrigado
Elzo Gusmão

Consultor Previdenciário disse...

Elzo
Não tem como, naquela época o homem não tinha direito a pensão.

Elzo Gusmão disse...

Boa noite, ela faleceu em 1993. Nesta época não tinha direito. E não tivemos filhos. Obrigado. Elzo

Consultor Previdenciário disse...

Elzo
Para ter certeza a melhor opção é ir ao INSS e ver a real situação daquela época.

Camila Galdino disse...

Ola queria saber de uma informação minha mãe faleceu no ano passando ,e eu estava para fazer 18 anos eu queria saber se eu tenho algum direito para pegar a pensão, irei fazer 19 anos no més de maio....

Consultor Previdenciário disse...

Camila
Se é solteira pode pedir, pois recebe até os 21 anos.
QUERO DOAR R$ 10,00

Naraiane Costa disse...

Ola,tenho uma duvida na seguinte questão :minha mãe faleceu em 11/06/2011 mas a ultima assinatura na carteira de trabalha é em 04/2009 ,nesse mesmo mês ela entrou com um processo contra a empresa por ter mandado ela embora irregularmente pq ela tinha feito uma cirurgia e ainda estava de atestado quando demitiram ela,quando saiu o resultado em nosso favor do processo em 2014 nosso advogado falou para irmos no inss dar entrada na pensão por morte para meu irmão q hj tem 9 anos,mas no inss falaram que o que conta é a data da carteira de trabalho dela não a data do processo trabalhista!!!
Queria saber quem esta certo meu advogado ou o inss???

Consultor Previdenciário disse...

Naraiane
E qual foi o resultado? Para quando foi alterada a data de saída? Dependendo dessas respostas pode tentar um recurso apresentando uma cópia da sentença.

Jana Silva disse...

Olá, boa noite!!
Dei entrada na pensão por morte na condição de companheira, foi a recurso e ganhei em todas as instancias, só que a ex-esposa (separada judicialmente e sem alimentos) antes de mim, já recebia a pensão pois comprovou com mentiras na justiça uma dependência econômica. Posso ir pra justiça que já está transitado e julgado, e pedir que cancelem a dela, visto que a dependência econômica entre ela e o meu companheiro, de fato não existia? Existe essa possibilidade, já que foi comprovado pelo próprio INSS que na época do óbito eu era a companheira e a única que dependia dele?

Consultor Previdenciário disse...

Jana
Pode sim, não tem nada a ver o processo dela, vai entrar com um novo e usar as provas que tem.

Jana Silva disse...

Ok. Mas o processo dela foi em 2009 e o meu por falta de conhecimento da minha parte, só foi agora em 2015 e concedido em 2016. Existe algum prazo para prescrever? No sentido do meu pedido de anulação da pensão dela?

Consultor Previdenciário disse...

Jana

Se quer fazer alguma coisa terá que contratar um advogado.

QUERO DOAR R$ 20,00

Otrebor Ahcor disse...

A minha mãe faleceu em 1988 e eu tinha dois anos na época. Atualmente tenho 28. Como na época eu era menor de idade e incapaz de requerer o benefício, será que tenho direito em receber o retroativo até 21 anos?

Consultor Previdenciário disse...

Não tem mais direto, cessou aos 21 anos.

July Alves disse...

Gostaria de tirar uma duvida; minha mãe faleceu a 1 ano, meu pai fez um pedido da pensão e a recebe tenho uma irma que faz tratamento para esquizofrenia, quando minha mãe morreu ela tinha 23 anos podemos pedir que a pensão seja revista de forma que ela também seja favorecida ela era dependente dos pais, trabalhou uma unica vez por apenas 8 meses e com o agravo da sua situação pediu que a demitissem pois achava que estava sendo perseguida.Desde já agradeço.

Consultor Previdenciário disse...

July
Pode pedir sim, mas quem vai dizer se terá direito é a perícia do INSS.

Arielariara Araujo disse...

Olá! Tenho 18 anos. Eu já posso tirar o dinheiro da pensão? Ou eu tenho que completar 21 pra retirar o dinheiro? Pq 18 já é de maior né.

Consultor Previdenciário disse...

E que dinheiro é esse, onde irá receber?

Thiago Azedinho disse...

Boa Noite, minha mãe faleceu dia 24/04/2016 e a pericia do inss ficou marcado para julho tenho direito de receber alguma coisa, pois ela faleceu antes de receber o beneficio

Claudia Seco disse...

Boa noite
Meu pai faleceu a 33 anos na época ele estava trabalhando registrado . Minha mãe deu entrada na pensão e recebe. Ela deixou os nomes dos dependentes lá no inss . Somos 5 dependentes. Eu já iniciei o processo. Qual o cálculo aplicado para nos recebermos ?

Consultor Previdenciário disse...

Thiago
Se alguém tiver direito à pensão recebe quando tiver a concessão, se não tem que pegar um alvará judicial.

TRABALHO VOLUNTÁRIO MERECE INCENTIVO

Consultor Previdenciário disse...

Claudia
Não entendi sua dúvida.

TRABALHO VOLUNTÁRIO MERECE INCENTIVO

Brenno Danniel disse...

Olá! Meu pai faleceu no início de 2007, mas minha mãe nunca requereu a pensão. Se ela entrar com o pedido, ainda tem direito?

Consultor Previdenciário disse...

Brenno,
Pode pedir agora, se tiver direito recebe daqui para a frente.

David disse...

Olá, minha namorada perdeu o pai em novembro,ela tem uma irmã que mora em SP e tbm tem direito a pensão, a irmã dela acionou um advogado para dar entrada no pedido de pensão dela e como moramos no RSresolvemos dar entrada por aqui, fomos até o INSS e pediram vários documentos do pai dela,pediram declaração do imposto de renda de 2005 a 2008,CNPJ da cooperativa de táxi que ela trabalhava,rendimentos...tudo como documentos faltantes. O engraçado é que o advogado já deu entrada em SP pra irmã e aqui pediram todos esses documentos. O INSS daqui não deveria ter esses dados? Lá pelo o que eu entendi não falta nada e aqui ficou essa burocracia.Vai ser bem complicado conseguir tudo isso.

Consultor Previdenciário disse...

David

É muito estranho, pois esses documentos não são usuais, o normal são os documentos do falecido, certidão de óbito, certidão de nascimento e demais documentos do dependente.

TRABALHO VOLUNTÁRIO MERECE INCENTIVO

kele disse...

Bom dia!o pai de minha filha faleceu a oito meses atraz, já dei entrada na pensão por morte no INSS mas os documentos não estavam completos e me deram um prazo de um mês para apresentá-los já se passou um mês do prazo que me deram,eles ainda vão receber os documentos ou a pensão e minha filha não será liberada por isso?

Consultor Previdenciário disse...

Kele
Se não agendou o atendimento antes de ter passado o prazo de 30 dias é provável que o pedido seja indeferido.

TRABALHO VOLUNTÁRIO MERECE INCENTIVO

kele disse...

Se for indeferido eu posso recorrer a um advogado?ele conseguirá resolver isso?

Consultor Previdenciário disse...

Kele
Pode contratar advogado quando quiser, se vai ter sucesso ninguém pode afirmar.

***Mil*** disse...


MEU PAI FALECEU EM 2007, MINHA MÃE NÃO DEU ENTRADA NA PENSÃO PORQUE FOMOS INFORMADOS QUE A APOSENTADORIA DELE MORRIA JUNTO COM ELE, POIS ELE NUNCA HAVIA PAGO INSS.
GOSTARIA DE SABER SE ELA TERIA DIREITO, E SE AGORA, 8 DEPOIS AINDA PODERIA DAR ENTRADA.
OBRIGADA

Consultor Previdenciário disse...

Pelo que diz ele recebia loas que não deixa pensão.